fbpx

SÃO PAULO E OUTRAS REGIÕES:

Intervel Logotipo

Crianças na internet: Como cuidar da segurança do seu filho(a)?

Crianças na internet: Como cuidar da segurança do seu filho(a)

Você acredita que a Internet é um ambiente seguro para crianças? Deixe seus filhos acessarem sites e redes sociais sem supervisão? Se a resposta para essas perguntas for “sim”, uma dica: nunca é tarde para rever esse conceito! Crianças na internet exigem atenção extra dos pais e vigilância constante para que se possa protegê-las dos riscos, que não são poucos.

Mas, como fazer isso? Sabemos que a rotina da maioria das famílias é corrida, mas se os pais conseguirem construir uma base sólida de diálogo e confiança com os filhos será mais fácil conhecer os hábitos das crianças na internet.

 

Como proteger as crianças na Internet?

Existem diversas maneiras de proteger as crianças dos riscos que a Internet oferece, mas selecionamos 4 dicas certeiras para você colocar em prática hoje:

 

Fique atento ao conteúdo acessado

Assim como há programas de televisão de acordo com a faixa etária da criança, a Internet também possui conteúdos apropriados para cada idade.

É fundamental que, tanto os pais quanto as crianças, consigam identificar essa diferença. Converse com a criança sobre os riscos que ela corre acessando conteúdos inapropriados e responda às dúvidas que ela tiver com clareza.

Não tenha receio de acompanhar o histórico de acesso das crianças e bloquear os sites inapropriados para a sua idade.

 

Cuidado com o Phishing

Já ouviu falar do Phishing? É o uso de mensagens falsas para “pescar” informações pessoais, fotos e senhas. Muitos sites fazem uso dessa ferramenta com códigos maliciosos que conseguem roubar dados do seu aparelho, invadindo a sua privacidade.

Por isso, é primordial conversar desde cedo com as crianças, instruindo a não clicar em qualquer link ou botão que aparece. O mesmo cuidado deve-se ter com download de aplicativos não recomendados.

Oriente a criança a sempre pedir a validação de um adulto quando precisar baixar algo, incluindo tarefas da escola. Também lembre-se de utilizar antivírus e antiphishing, para maior abrangência na segurança virtual de toda a família..

 

Redes sociais

As redes sociais são um meio importante de comunicação atualmente, mas é um ambiente repleto de riscos para as crianças na internet.

É como deixar o seu filho andar na rua sozinho, a mercê do contato de desconhecidos. Por isso, ensinar sobre a responsabilidade nas redes sociais desde cedo é fundamental. Veja o que falar para o seu filho NÃO fazer nas redes sociais:

  • Não postar fotos com uniforme e/ou locais em tempo real;
  • Não aceitar amizade de pessoas desconhecidas;
  • Não manter conversas com pessoas que os pais desconhecem;
  • Não enviar nenhum tipo de foto por mensagem privada;
  • Não compartilhar dados e informações pessoais da família;
  • Deixar o perfil sempre privado, com acesso somente para os amigos próximos e família;
  • Contar para os pais se for vítima de assédio, perseguição ou cyberbullying.

 

Conversa é sempre o melhor caminho

Manter um canal aberto de diálogo em casa é a melhor forma de manter as crianças seguras da Internet. Se elas se sentem tranquilas e não tem medo dos pais, será mais fácil contar situações constrangedoras ou perigosas que aconteceram na internet.

Lembre-se que os pais devem ser uma fonte segura para os filhos levarem suas dúvidas, preocupações e pedidos de conselho. E assim, a família pode tomar as devidas precauções para protegê-los dos riscos do ambiente digital.

Gostou das dicas? Conta pra gente nos comentários o que você faz aí na sua casa para proteger as crianças na internet!

 


Leia também:

crianças em casa na pandemia

Crianças em casa: 5 aplicativos divertidos para estudar e brincar